sexta-feira, 27 de março de 2015

Amor Sem Preconceito - Phyllis Halldorson - Super Sabrina 66



O romance impossível entre um professor e uma corista. A chama da paixão os unia, mas o mundo inteiro os separava.

“Oh! Não é possível!”, pensou Sunny, sentindo-se nua dentro do minúsculo biquíni de corista do cassino, ao encontrar o olhar de censura de Chad na platéia.
Aquele amor tinha tudo para não dar certo: ele insistia em julgá-la dentro de padrões ultrapassados, quando ela era apenas alguém que lutava pelos seus direitos de mulher independente e moderna. Mas a paixão era mais forte: todas as diferenças desapareciam ao falarem a linguagem do amor. Que fazer se não podiam viver juntos, mas não suportavam ficar separados?

Temas: Professores, Dançarinas, Ciumentos-Possessivos e Dominadores, Mocinhos mais velhos

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Adoro esse tema de amor meio proibido...nesse livro, Chad é um professor, intelectual, com um Q.I altíssimo, vem de uma família de gênios e faz parte do MENSA (sociedade de pessoas com Q.I elevado). Ele aceitou dar aula de matemática numa faculdade, onde conheceu Sunny, sua aluna. Sunshine, ou Sunny, é bem mais nova. É uma moça exuberante, bonita, extrovertida que ama as artes, principalmente a dança. Ela trabalha como corista num Cassino.

A atração entre os dois é instantânea e eles logo iniciam um relacionamento, apesar das enormes diferenças entre eles. Sunny trouxe um sopro de leveza e felicidade pra vida pacata e séria de Chad. A relação fica intensa, o sexo intenso e os dois já não conseguem ficar separados. Por isso aceita se casar, quando ele volta pra sua cidade natal, onde morava sua família.

Mas é depois do casamento que os problemas aumentam. Se antes a Sunny tinha que aguentar o preconceito do Chad, teve que aguentar também o preconceito dos pais dele (pessoas nojentinhas). Ainda tinha que lidar com a ex amante dele (que se fingia de sonsa) e com o ciúme de Chad.

Em meio a muitas brigas, desentendimentos e separação, os dois finalmente aprendem a respeitar as diferenças...e o Chad vai rastejar aos pés dela (bem feito!).


O QUE NÃO GOSTEI:

- O título desse livro deveria ser "Amor COM preconceito" porque há preconceito demaaaais contra a mocinha, só pelo fato de ela não ser um gênio, cientista e preferir as artes. Mas o mais chato é que o mocinho tenta mudá-la depois do casamento. Ele a conheceu e se apaixonou por quem ela era, mas ficou tentando moldá-la e ainda comparava com a ex-amante, que era a preferida dos pais dele. Um momento que deu muita raiva é quando os pais dele ficam com vergonha dela numa festa e mentem para os convidados; ao invés de falar que ela era corista, disseram que era bailarina e mentiram até o nome dela, falaram que era Sandra. Ao invés de ficar do lado dela, Chad brigou porque ela desmentiu a mãe na frente dos outros. Eu ficaria louca com sogros e um marido assim.

- Ele tem bigode :(


O QUE GOSTEI:

- Enquanto Chad merecia uns tabefes, Sunny me conquistou. Ela foi muito forte por conseguir aguentar as pessoas esnobes sem perder a postura.




BAIXA AQUI



Rock With Me - Série With Me in Seattle #4 - Kristen Proby


"O líder da banda Nash, mundialmente conhecido, Leo Nash,  é a última pessoa no mundo em que Samantha Williams iria confiar. Ela já aprendeu sobre amar uma celebridade da maneira mais difícil e não está nem um pouco interessada em passar por essa experiência novamente.

Toda vez que Sam toma uma atitude, Leo quer dar um jeito naquele pedaço de mau caminho. O que diabos ele já fez para ela, afinal? Ele não está acostumado com mulheres  tratando-o como se ele fosse venenoso, e ele não vai deixá-la fugir cada vez que ele se aproxima. Ele já teve o suficiente de pessoas fugindo para durar uma vida inteira ... então ele dá início à perseguição. Mas conquistá-la torna-se mais difícil do que ele  pensava.

A atração sexual entre eles é tão espessa, Sam praticamente pode prendê-la em sua mão. Não há nenhuma maneira de ela negar a promessa de prazer que Leo lhe proporcionaria.

Mas o prazer sempre vem com dor e quando segredos são revelados e confiança é abalada, quem será o caçador e quem será a caça?"

Temas: Meio artístico, Super Hot


Comentários - CONTÉM SPOILERS

Os protagonistas desse livro são Leo Nash, estrela do rock e irmão de consideração de Megan, e Sam Williams, irmã de Luke Williams.

Sam apareceu no primeiro livro da série, ela foi muito chata uma cadela com a Natalie, mas depois nós entendemos bem a atitude protetora da moça com o irmão. Depois que ela vê que a Nat não é uma caça-fortunas, elas se tornam amigas. 
Sam tinha um trabalho que amava, era editora de uma revista, mas foi demitida quando se recusou a fazer uma entrevista com seu irmão e com Will Montgomery. O patrão queria aproveitar o parentesco dela com eles pra conseguir uma matéria, mas ela se nega, é demitida e omitiu a verdade da família (pois se eles soubessem, fariam questão de lhe conceder a entrevista). Então ela está vivendo uma fase ruim, à procura de emprego.

Quando ela e Leo Nash se conhecem (através de Megan, novo membro da família), Leo deixou claro o interesse, mas ela agiu como a rainha do gelo. Samantha tinha uma regra sobre não se envolver com famosos, por causa de uma decepção no passado com um namorado ator.

Leo ficou intrigado com a aversão que ela demonstrava por ele e não deu trégua até ela aceitar sair com ele. Depois de uma semana correndo juntos, os dois iniciam um relacionamento, de início puramente sexual.

A cada dia Sam foi ficando cada vez mais envolvida, o sexo entre eles era maravilhoso e Leo foi uma grande surpresa, pois não era o roqueiro arrogante e mulherengo que ela imaginava. As cenas de sexo, como nos outros livros, são bem quente.

Os conflitos da história são a dificuldade de a Sam lidar com a fama do Leo, pois ela não quer aparecer na mídia, a insegurança dela em relação à fama do Luke, ela acha que sempre viveu na sombra do irmão famoso e por fim a aversão dela a relacionamentos sérios, desde então ela só teve "amigos de benefício" e sempre fugiu das palavras "morar junto", "casar", "ter filhos".

O QUE NÃO GOSTEI:

- Até agora essa foi a história que menos gostei e  a Sam foi a mocinha que menos gostei. Ela fez tempestade num copo dágua em várias situações e achei ela um pouco complicada. Ela chora muito de barriga cheia. Já o Leo não é um Montgomery, mas é tão maravilhoso quanto. Ele é super apaixonado, dedicado, protetor...o sonho de toda mulher. Só não gostei muito da aparência dele, pois não curto homens com piercing na cara e o corpo toooodo tatuado.

O QUE GOSTEI:

- Amei o Leo e todo seu romantismo. Ele fez música pra Sam, tatuagem...e ela nem morar junto queria!

- Adorei a participação dos outros personagens,como sempre. Neste, vemos o lindo e romântico pedido de casamento que o Will fez pra Megan. 





BAIXA AQUI



Sequência da série: Safe With Me - With Me in Seattle #4



Play With Me - Série With Me in Seattle #3 - Kristen Proby



"Will Montgomery é um jogador de futebol americano profissional de sucesso, e aparentemente tem tudo na vida. Ele não está acostumado a ouvir um não, e certamente não aceitaria um como resposta. Quando ele joga seu charme sobre a amiga de sua irmã, Megan, uma garota de espírito livre, que não só recusa seus avanços, quanto o trata com uma deliberada hostilidade, sua curiosidade e desejo são atiçados.Ele está disposto a mostrar a ela que não é o atleta arrogante que ela acha que ele é,  e principalmente, a levá-la para sua cama.

Megan McBride não se deixou impressionar nem um pouco por Will Montgomery, com seu contrato milionário, seu carro de luxo e sua personalidade pública arrogante. Ela não tem tempo para um relacionamento, e se aprendeu algo da vida foi que amar significa perder, então ela mantém seu coração guardado a sete chaves. Mas ela não pode negar a atração incrível àquele sexy e tatuado atleta, e quando Will começa a quebrar suas defesas para alcançar-lhe o coração, seria ela capaz de admitir seus sentimentos para ele? Ou será que seu passado conturbado a impedirá de se entregar ao primeiro homem por quem genuinamente se apaixonou?"

Temas: Enfermeira, Esportista, Diferença socioeconômica, Mocinha determinada/ousada, Mocinho devotado, , Ciumentos-Possessivos e Dominadores, SUPER HOT

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Esta é a história de Will Montgomery, irmão celebridade de Jules, e Megan McBride, antiga amiga de faculdade de Jules e Nat.

Megan é diferente das heroínas dos livros anteriores da série. Enquanto Jules e Nat têm uma família maravilhosa e protetora, são seguras e autoconfiantes e sempre tiveram conforto financeiro, Megan foi abandonada pela mãe e cresceu em lares adotivos, sempre teve que lutar pra sobreviver e tem baixa autoestima.

Ela morre de medo de dizer as palavras "eu te amo", porque para ela as pessoas importantes sempre a abandonam. Primeiro a mãe, uma drogada que não dava a mínima pra ela, e segundo, seu melhor amigo e irmão de consideração Leo Nash, com cresceu nos lares adotivos. Ambos eram apaixonados pela música e tinham uma banda, mas ele acabou deixando-a pra fazer sucesso em outro estado e acabou tornando-se uma estrela do rock. Ela se tornou uma enfermeira-chefe de um hospital de câncer infantil. Venceu na vida, mas ainda guardava rancor do amigo Leo e sustentava a mãe ingrata.

Megan conheceu Will Montgomery através da Jules, sua grande amiga e irmã de Will. De cara o detestou, pois achava que ele era uma celebridade arrogante (um pequeno mau entendido fez com que ela pensasse assim). Will era a estrela do time de futebol americano de Seattle, muito lindo, muito famoso, muito gostoso e muito rico. Logo ele tentou chavecar a Megan, mas ela sempre foi muito fria com ele.

Após mostrar que não era uma celebridade arrogante, Will convence Megan a sair com ele e a partir daí a relação foi de vento em popa. Os dois não conseguiam ficar mais separados, a relação sexual era muito intensa e Will super fofo e romântico. 
Ela se via a cada dia mais apaixonada, mas não queria assumir o amor, devido ao problema de falta de confiança. Já Will declarou abertamente que a amava e estava só esperando ela retribuir.

Ao longo da história, pequenos conflitos vão surgindo (vão surgindo e se resolvendo rapidamente): a mãe da Megan aparece pra complicar a vida da filha, há o problema da diferença socioeconomica entre eles, enquanto Will quer dar tudo pra ela, ela não quer um centavo, nem uma ajuda; há o problema da falta de confiança dela, pois ela não se acha à altura da grande estrela do futebol, pensa que ele pode trocá-la por alguém mais bonita; ela reencontra seu grande amigo do passado Leo Nash; e o maior problema foi ela corresponder abertamente ao amor do Will. Dava até dó do homem!! Ele dizia inúmeras vezes que a amava, mas só ouvia "cri cri cri"...demorou demais pra Megan superar as inseguranças.


Sobre a descrição dos personagens, Will tem cabelo loiro escuro e olhos azuis, é muito grande, muito forte (gente, ele é quarterback do time de futebol, só pode ser um monstro), é descrito como muito bonito, brincalhão e MUITO BEM DOTADO.




                                                                               Choquei



A Megan tem o cabelo ruivo com reflexos dourados, olhos castanhos amendoados. Ela faz o tipo rockeira: tem uma tatuagem no braço, tem um gosto peculiar pra moda, gosta de fazer mechas coloridas no cabelo e tem um piercing na vagina...ahhh, e pra loucura do Will, nunca usa calcinha.

O QUE GOSTEI:


- Esse é mais um Montgomery que amo. Gostei da personalidade da mocinha também, ela faz o tipo rebelde, orgulhosa.

- Nesse livro pude acompanhar mais dos casais Nat&Lucas, Jules&Nate, inclusive o casamento da Jules, foi demais!

- As cenas hot, são HOT MEEESMO. Com direito a sexo na chuva, no capô do carro.

- Já temos o vislumbre dos futuros casais: Leo e Sam, Caleb e Bryanna.

- Os momentos em que a família está reunida são os melhores!!



Não teve jeito. Assimilei o Chris Evans e a Rachel Mcadams como os protagonistas, até a covinha da Rachel a Megan tem.







BAIXA AQUI


Sequência da série: Rock With Me






Under the Mistletoe With Me - Série With Me In Seattle #1.5 - Kristen Proby

Olá, meninas


Eu cometi um equívoco com a série With me In Seattle. Disse que Fight with me (história da Jules e do Nate) era a segunda da série, mas ainda tem o Under the Mistletoe, que é a história do irmão mais velho da Jules, Isaac. Bem, esse livro é praticamente um conto, a história é bem curtinha.







"Isaac Montgomery e Stace estão casados há 10 anos. Eles têm um lindo bebê e a empresa de construções de Isaac está indo cada vez melhor, enquanto Stace é uma feliz dona de casa e blogueira de livros românticos. Com uma família grande e os privilégios que usufruem, Stace é a primeira a admitir que eles são abençoados além da medida.

Quando as chamadas telefônicas e mensagens de textos suspeitas começam, Stace questiona a fidelidade de Isaac, pela primeira vez em muitos anos de casados. Ela sabe que um bebê traz mudanças no relacionamento, mas será que todo esse estresse fez com que Isaac procurasse consolo nos braços de outra mulher?"


Temas: Crise no casamento, Super Hot,Mocinhas determinadas

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Mais um livro com a maravilhosa família Montgomery. Esse livro traz a história de Isaac, o mais velho dos Montgomery, e Stacy. Ambos já estão casados há 10 anos, tem um filhinha de 4 meses fruto de tratamentos de fertilidade. Issac é um bem sucedido empreiteiro e Stacy tem um famoso blog de romances (uhuu, nos representando rs).

Para Stacy a vida não podia ser melhor. Mas infelizmente o casal estava naquela delicada fase que todos os casais passam, a vida sexual e amorosa não era a mesma desde o nascimento da filhinha, aliás, já vinha ficando um pouco difícil desde os tratamentos de fertilidade, que podem abalar qualquer casal. Fora isso, os dois estavam realizados. Havia muito amor, uma família incrível e uma bebezinha.

Mas o mosquitinho da desconfiança foi incomodar Stacy. Começou num jantar de família, quando Isaac saiu pra atender um telefonema e não quis comentar na hora quem foi. No dia seguinte, ela recebeu mensagens picantes do marido e logo pensou que ele teria enviado pra uma suposta amante, já que ele não falava assim com ela há algum tempo. 

Ela chegou possessa em casa e ele explica tudo...quem telefonou no dia anterior foi a prima dela que estava em apuros e as mensagens eram pra ela sim, ele queria reacender a chama do casamento...

Tudo isso acontece e se resolve bem no comecinho da história, o conflito não dura muito. Após o mau entendido, eles percebem que precisam urgente se dedicar à relação a 2, resgatar o romantismo e o fogo de antes. O livro praticamente inteiro  é os dois "namorando", dedicando-se um ao outro. Com direito à cabana isolada e à muita pegação no cinema, rsrs.

No final, há uma pequena surpresinha.

O QUE GOSTEI:

- Adorei que fala de um problema tão comum entre os casais.

- O Isaac é maravilhoso, gostoso, TDB! A Stacy não fica atrás, determinada como todas as mulheres dessa série.

- Tem cenas quentes

- A Nat e o Luke (casal da história anterior) aparecem bastante, lindos e apaixonadíssimos. Eles e os outros vão aparecer em tooooda a série. Adoro isso!





BAIXA AQUI




Sequência da série: Fight With Me - With me In Seatle #2 Resenha AQUI


domingo, 22 de março de 2015

Olho por Olho - Lynda Chance - Redwood Falls #2




Um homem em uma missão

   Zach McIntyre quer Katie Turner por uma única razão. Vingança.
  Ele tem contas a acertar com a família Turner e apenas uma coisa vai saciar a sua fome de vingança.
  Katie Turner em sua cama e sob sua misericórdia.
  Ele não ficará satisfeito até atingir seu objetivo e já sabe exatamente do jeito que a quer dominada.

  Sob um contrato... Sob suas ordens... Sob seu controle...

Temas: Chantagem, Diferença socioeconômica, Vingança, Trauma/Violência, Mocinhos mais velhos, Viúvos. 

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Essa é a continuação da história que envolve as famílias Turner e McIntyre. Para entender melhor, é necessário ler o primeiro livro da série, A História de Josh e Hannah.

Zach é um homem que nasceu rico, mas construiu sua própria fortuna, vivendo longe da sombra do pai. Como visto no primeiro livro, ele sofreu muito com a esposa, pois ela teve um caso com o pai de Josh Turne, estava grávida e ele nem sabia quem era o pai. O casal de amantes morreu e Zach sentiu muito a morte do bebê e ficou guardando rancor da família Turner.
Katie Turner é uma jovem universitária, prima de Josh, ela se tornou muito retraída e depressiva depois que foi estuprada por um rapaz. Passou a ter pavor de envolvimentos com homens. Mas para ajudar a família, aceita a chantagem que Zach fez: ele poderia "usá-la" em troca de um empréstimo pra família dela.
Zach percebeu que ela tinha pavor a contatos e que escondia alguma coisa, mas não tinha a mínima ideia de que ela foi abusada. Ele não a forçou a fazer nada e quando descobre a verdade fica muito chocado. No período em que ficaram juntos se apaixonam e aos poucos a Katie vai perdendo o trauma.

Opinião:

Fiquei empolgada com o fato de o Zach ser mais velho e tal. Mas gostei mais da história do Josh e Hannah, pois achei a vingança do Zach muito sem propósito, afinal, Katie e a família dela não tinha culpa pelo que Chris Turner fez. Mesmo assim é uma boa história (dá muita pena da Katie) e o epílogo é super fofo.






BAIXA AQUI


A História de Josh e Hannah - Lynda Chance - Redwood Falls #1



Sinopse:

Primeiro encontro… Primeiro beijo…. Amor Eterno.

Hannah McIntyre era apaixonada por Josh Turner... Bem, desde sempre.
Ele é mais velho, silencioso e muito intenso e tudo indicava que jamais faria parte do seu futuro...

Apenas um macho alfa ligado na tomada.
Josh Turner quer Hannah mais do que a própria vida.
Ela é perfeita, brilhante e muito nova...Mas ela é uma McIntyre.
Ela é da família mais rica do conselho e ele é apenas um Turner e isso significa que ele está do lado errado das famílias ilustres da cidade...
E para piorar as coisas, não há nenhum amor perdido entre suas famílias.
Então, o que você faz quando alguém quer levar de você à menina que você morreria se não pudesse tê-la?
Há apenas uma coisa que se pode fazer nesta situação.
Você a pega antes de todos os outros.

Temas: Teen, Mocinho Devotado, Ciumentos - Possessivos e Dominadores, Rica x Pobre, 

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Olá, meninas!

Esse é um livro muuuito diferente dos que estou acostumada a ler e postar aqui. A história é meio teen, já que os personagens principais tem 15 e 18 anos e ainda estão na escola.

Confesso que tinha muito preconceito com livros teens, eu sempre preferi personagens mais maduros (por volta dos 30 anos), mas baixei esse livro porque não havia outros interessantes para ler. Quando vi que os personagens eram tão novinhos, pensei "Argh, não vou ler isso", parece que é trocar uma novela das 9 por Malhação hehehe. Mesmo assim li e me surpreendi pois gostei demais da história. Portanto se você tem preconceito também, tenta ler que você pode acabar gostando, como aconteceu comigo. Depois que li esse criei coragem e li diversos outros livros teens (que postarei aqui depois).


Primeiro de tudo: não se engane com a sinopse (como eu me enganei). A sinopse exagerou na questão da idade, parece até que o Josh é 8 ou 10 anos mais velho que a Hannah, na verdade são apenas 2 anos de diferença, não chega a ser uma diferença significativa muito menos um empecilho. Ao ler a sinopse, dá a impressão que o tema é "amor impossível", já que há um problema entre as famílias deles e ele é pobre, enquanto ela é rica. Mas nada disso chegou a ser um problemão, achei que tudo se resolveu rápido demais.


Hannah é uma menina de 15 anos (quase 16) que pertence à família mais rica da cidade. Por ser bonita e rica, ela é invejada e não tem amigos na escola, apenas Ava. Um dia, após um jogo, até a Ava a abandona e ela fica só, sendo desprezada pela rodinha de meninas. Josh percebe que o estava acontecendo, então vai ajudá-la. Aproxima-se dela e tasca-lhe um beijaço pra provocar as meninas, já que elas eram doidas pra ficar com ele, mas ele nunca quis.

Hannah sempre teve uma queda por ele e depois desse beijo não parava mais de pensar nele e tentar chamar sua atenção.

Josh ficou fascinado por ela, mas reprimiu qualquer sentimento, porque ele não se achava digno dela. Ele era pobre, seu pai era um beberrão encrenqueiro, que batia nele quando era criança. Seus tios o adotaram quando ele tinha uns 13 anos, mas as marcas das torturas do  pai ficaram no seu psicológico e em seu rosto (Ele tinha cicatrizes). Mesmo sendo um rapaz super trabalhador e honesto, ele achava que ninguém o veria com bons olhos por causa do pai. Pra piorar a situação, o pai dele se envolveu com a cunhada de Hannah, por isso havia um desconforto entre as duas família.

Josh poderia ter qualquer moça da cidade. Mas ele queria Hannah, que pra ele era impossível. Após o beijo, ele ficou meio obcecado por ela e super protetor, mas deixou claro que não poderia haver nada entre eles por causa das famílias e porque ela era menor de idade. Mas Hannah não deu trégua. Quando ele percebeu que outro rapaz poderia chegar até ela primeiro, ele mandou as diferenças às favas e decidiu namorá-la.

Eu achava que os pais dela tentariam impedir o namoro, mas foi tudo na maior paz, fácil demais. Mas preferiram não contar para o irmão mais velho dela, pois ele não iria aceitar sua irmão namorando com o filho do amante da sua mulher.

Os conflitos são: uma tragédia que abala as duas famílias; Josh ainda tem muita dificuldade de aceitar a riqueza da Hannah e isso gera muitas brigas entre eles; os dois têm que lidar com a grande tentação de fazer sexo...acho que pela mocinha eles fariam logo, mas Josh quer esperar que ela complete 18 anos. Enquanto isso eles ficam só no amassos . Há também o irmão dela que odeia a família de Josh e não tem ideia que eles estão namorando. E por fim, há um estuprador que abusou da prima do Josh e está voltando a seduzir as mocinhas da cidade. Josh morre de ódio dele e faz de tudo para colocá-lo atrás das grades.


O QUE NÃO GOSTEI:

- Concordo com algumas leitoras: o livro é meio parado. Acho que pelo fato de a autora não desenvolveu bem os conflitos.


O QUE GOSTEI:

- Uma coisa que AMEI nessa história: o tempo passa rápido. Tudo começa quando Hannah tem 15 anos, é uma adolescente. Em seguida a autora vai mostrando a história deles com o passar dos anos: o Josh se tornando policial, a Hannah entrando na faculdade, os dois se casando, os dois com a família já formada, o filhinho mais velho com 7 anos...ou seja, acompanhamos boa parte da vida deles. No epílogo, o Josh já está com uns 30 anos.

- Eu falei que prefiro mocinhos mais velhos e maduros, mas o JOsh apesar de novo não deixa a desejar. Ele é mega responsável, trabalhador, maduro, teve a paciência de esperar pra fazer amor com ela. E ainda trata a Hannah com uma devoção sem tamanho. Que menina sortuda!

- O livro é teen, mas tem umas cenas quentes. 



- A gente fica ansiosa pra primeira vez deles e quando finalmente acontece é impossível não se derreter...foi fofo e bem erótico.

- Pra quem gosto de mocinhos ciumentos e possessivos, esse é o livro. Achei que o Josh até exagerou



- Há sempre uma tensão entre Katie (prima de Josh) e Zach (irmão de Hannah). Eles são os protagonistas do próximo livro da série, que também já li e postarei pra vocês.








BAIXA AQUI



Provocante - Leslie Kelly - Série Flor da Pele



Existe limite para a sensualidade?

Isabella Natale leva uma vida dupla. De dia ela trabalha na confeitaria de sua família. De noite, se transforma em Rosa Escarlate, a dançarina exótica mais sensual de Chicago, uma sereia que deixa os homens enlouquecidos com sua máscara de veludo e calcinha fio-dental. Ninguém conhece seu segredo tampouco sua verdadeira identidade, nem mesmo Nick Santori, o novo segurança do clube…e a primeira paixão da vida de Isabella. Ele sempre viu a pequena Izzy como uma criança. Mas não há nada de infantil em sua reação a Rosa… Então, o que resta a ela fazer senão mostrar ao homem de seus sonhos que olhá-la é bom, porém tocá-la é melhor ainda…

Temas: Italianos, Dançarinas/Bailarinas/Strippers, Mocinha Ousada, Super Hot, Reencontro

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Sabe aqueles livros que marcam? Pois esse foi um marcante pra mim. Quando eu li (já faz um tempo) eu estava acostumada só com livros do tipo florzinha, talvez por isso esse tenha me marcado, já que ele é diferente dos livrinhos açucarados.

Na adolescência Isabella era um patinho feio, gorda e insegura, tinha uma queda por Nick, que sempre foi lindo e popular. Pra piorar, ela pagou um grande mico (envolvendo comida) na frente Nick numa festa familiar. Ela superou isso, mudou de cidade, emagreceu, se tornou um lindo mulherão e realizou o sonho de ser dançarina profissional. Anos depois ela volta pra cidadezinha para ajudar no negócio da família, mas ela queria abandonar sua maior paixão; a dança. Assim, topa ser uma stripper numa boate exclusiva, mas com falsa identidade e fantasiada.

Por coincidência, Nick começa a trabalhar na mesma boate como segurança e fica FASCINADO pela misteriosa dançarina, a Rosa Escarlate. Mas para abalar seu mundo, sua amiga de infância, Isabella (ou Rosa Escarlate), volta pra cidade mais linda que nunca. Se ele ficou doido pela Rosa Escarlate, ficou 3x mais doido pela Isabella Natale. Mas não sabia ele que elas eram a mesma pessoa.

As famílias de Isabella e Nick sempre foram super unidas (tanto que os irmãos dos dois se casaram),os pais deles eram italianos e viviam num bairro tradicional italiano, conduzindo o próprio negócio; a família de Nick tinha uma pizzaria e a de Isabella uma padaria. Os irmãos deles seguiram a tradição da família: empregos respeitáveis, casamento e filhos. Mas Nick e Isabella eram as ovelhas negras, eles queriam muito mais do que uma vida pacata, Nick se apaixonou por Isabella, principalmente porque ela entendia esse sentimento de não pertencer ao lugar.

Aviso logo que esse livro não tem drama, nem muito conflito. Eu achava que o problemão seria quando Nick e a família de Isabella descobrissem que ela era stripper, mas foi tudo muito sossegado. É óbvio que o Nick ficou meio perturbado, mas no final das contas só apoiou a amada. Ah, também há um mistério sobre alguém que tenta ameaçar a Rosa Escarlate.

O QUE GOSTEI (pulei o "não gostei" porque não teria nada pra colocar)

- Eu curto livros com "bad girls". Muita gente pode torcer o nariz pelo fato de a mocinha ser stripper, mas eu não tenho um pingo de preconceito. Ela é adulta, faz porque quer...e isso não significa que ela seja promíscua. Ela gosta de dançar, é segura com seu corpo e sensualidade e simplesmente se sente bem fazendo o que faz.

- Há uma grande dúvida pairando sobre a relação deles: como seria o futuro dos dois? Como conciliariam seus desejos e a vontade da família? Como ficaria a carreira dela? Tudo isso se resolve da melhor maneira possível: (reforçando: SPOILER) Nick vira sócio do clube, ela continua a fazer strip-tease, a família dela lida bem com a verdade, ela começa a dar aulas de dança e ensina até as cunhadas e a irmã a fazer pole dance.

- As cenas de sexo são quentíssimas: há "brincadeira" com doce (gente, que oral ele fez nela, fiquei chocada), há lap dance, pole dance...só pra ter um gostinho:



Em outro momento ela retribuiu o gesto...













BAIXA AQUI