segunda-feira, 20 de julho de 2015

Série Six Pack Ranch #1 - Rock Mountain Heat - Vivian Arend


Foi ele quem a ensinou a montar. Agora tudo o que ele quer é montá-la.

Jaxi tinha outros planos para as mãos de Blake, e seu coração. Ela pode ter considerado ele como um irmão mais velho, mas isso foi no passado. Agora ela era uma mulher adulta e pronta para convencê-lo de que ela é a mulher perfeita para ele. Exceto que ele não pode ver além do grande placa de "não tocar", que aparentemente ainda anda pendurado em seu pescoço.
Quando Jaxi acaba vivendo justo sob o seu nariz, o calor inegável entre eles desliza como um fogo lento e salta até níveis que queimam o celeiro. Entretanto, quando o caçula da manada de seis dos Colemans decide marcar Jaxi, ela é digna de se arriscar alguns ossos quebrados.
Quer dizer, se Blake finalmente estiver preparado para soltar as rédeas e lutar pelo que ele quer...
Advertência: Vaqueiros sexys que seduzem e são seduzidos em caminhões, piscinas e celeiros. O encanto da cidade Droolworthy, algo de dois contra um, alguns segredos e um montão de irmãos que esperam. Alguém quer dar um passeio?

Temas: Mocinho mais velho, Fazendeiros e Cowboys, Mocinha ousada, Mocinha determinada, Ciumentos / Possessivos

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Quem gosta de cowboys/fazendeiros másculos e gostosos levanta a mão! \o/ \o/ \o/
É o meu tipo favorito de mocinho.
Blake Coleman é o mais velho de 6 irmãos. Ele tem uma atração secreta por Jaxi, sua vizinha, mas sempre reprimiu esse desejo secreto devido à diferença de 10 anos de idade entre eles. Jaxi praticamente cresceu em seu rancho brincando com seus irmãos mais novos, por isso por um tempo ele a viu como uma irmã, mas quando ela se tornou uma moça, ele se sentiu atraído e se culpava por isso.
Jaxi sempre amou Blake e sonhava casar com ele, mas como convencê-lo de ela já era bem adulta e pronta para o amor?

A história já começa pegando fogo quando Jaxi, aos 18 anos, faz sexo oral em Blake dentro da camionete. Ela estava meio doente e inconsciente e fez isso achando que era Travis, seu namorado e irmão de Blake. Blake guardou o segredo pra si e desde então tentava evitá-la a todo custo, quando na verdade morria de desejo por ela.

Três anos se passaram e finalmente o momento presente do livro: a mãe de Blake quebrou o braço, por isso Jaxi se mudou pra lá para assumir os afazeres da casa e da cozinha. Não havia mais como Blake fugir dela.

Como forma de pressionar Blake, ela começou a flertar com seus irmãos gêmeos, até que ele é obrigado a tomar uma atitude depois de uma cena de sedução entre ela e seus irmãos no bar. Ele pensou "é agora ou nunca" ou reivindicava o amor de Jaxi ou um de seus irmãos o fariam. A partir daí ele finalmente assume para ela seus sentimentos, derruba as barreiras que os separavam e começam um tórrido romance.


As cenas íntimas são beeem calientes. Destaco uma em que eles fizeram amor na mesa e ele usou pêssego para.... e também a dança que Jaxi fez no celeiro, o que aconteceu foi bem hot, o mocinho "brinca" com ele mesmo enquanto ela dançava.

O livro é bom, mas não traz dramas envolventes. Não há grandes acontecimentos ou problemas. O maior problema é a demora que o mocinho levou pra aceitar os sentimento e depois há uma briga entre irmãos, pois Jaxi era desejada por outros dois. Mesmo não tendo muita emoção, recomendo a leitura. O mocinho é uma delícia, ele foi cabeça dura por um bom tempo, mas depois recompensa todo o tempo perdido com muito fogo e romantismo. Já a mocinha, como o próprio Blake disse, é atrevida e descarada. Enfim, não há impedimentos para o romance entre eles (só a teimosia do mocinho), não há rival e os dois claramente se amam, rola ciúmes por parte dele com seus próprios irmãos.








quarta-feira, 15 de julho de 2015

Série Naked - Kelly Favor




Caelyn Murphy está quebrada. Ela está quebrada por causa de algo que foi feito com ela, algo que ela não poderia sequer ter que pensar. Então, ela faz a única coisa que pensou... ela correu. Longe de sua faculdade Ivy League, longe de sua vida perfeita e longe do homem que a machucou. Ela correu em linha reta...Elijah Daniel é endurecido pela vida e já viu o pior que o mundo tem para oferecer. Mas quando ele conhece Caelyn, ele sabe que há algo diferente nela. Ela passou pelo inferno e voltou, mas não desistiu. Caelyn pode ver que Elijah é lindo por fora, mas ela também sabe que ele é perigoso. É o último homem em quem confia e pode machucá-la muito, deixando-a além do conserto. Por mais que no final, nenhum dos dois será capaz de prever o quão longe eles podem ter de ir para salvaram ao outro. 

Temas: Amor Impossível, Bad Boys, Trauma/Violência

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Essa é uma leitura que flui muito e é bem contemporânea. Para as meninas que gostam de casais bem jovens, é uma boa pedida. Eu, particularmente, prefiro casais maduros, principalmente homens maduros, mas é bom variar um pouco, né?

Esse livro trata do amor impossível entre uma jovem universitária de classe média e um cara ex-presidiário que cresceu na pobreza e no crime.

Caelyn é uma "menina de ouro" que passou por uma experiência traumática: foi estuprada pelo namorado, um playboyzinho mau caráter. Desesperada, ela decidiu fugir para Flórida, mas seu carro quebrou na estrada, à noite. É quando aparece Elijah oferecendo ajuda. Como o carro dela não tinha conserto, ele deu carona pra ela. Apesar de muito apreensiva com a carona (principalmente após o trauma que sofreu), Caelyn ficou muito atraída por Elijah, ela o descreve como um cara lindo e até o compara com atores de séries de vampiro (hahaha, lembrei logo do Damon e do Stefan Salvatore da série The Vampire Diaries).

O que era pra ser uma carona até um lugar seguro pra ela, se torna uma carona até a Flórida, destino final dela. Chegando lá, cada um deveria tomar seu rumo, mas um acontecimento surpreendente muda o rumo da vida dos dois. Esse é o final do primeiro livro, esse grande acontecimento que não vou contar! 

No primeiro livro não rola nem um beijinho entre eles, eles se tratam apenas com cordialidade. Mas a partir do segundo livro os dois colocam os sentimentos pra fora. Não se assustem com a quantidade de livros da série. Os livros são curtíssimos, quando a gente menos espera a história acaba, dá pra ler a série toda num tapa!

A série é boa, é envolvente, mas me deixou frustradíssima! Na minha opinião é muito DRAMA pra pouco romance. O Elijah passa 90% da história encrencado; encrencado com a gangue, fugindo da polícia, enquanto a Caelyn está encrencada com a família que não quer nem ouvir falar do Elijah. E pra piorar ela tem  uma irmã que é uma das piores vilãs que já vi nos romances.

É frustrante porque a gente torce para que os dois fiquem juntos, mas quando tudo parece que vai dar certo, alguma coisa ruim acontece. Só acontece desgraças. Por outro lado é muito bonito o amor e a resistência do casal, que permanece junto até o fim. É claro que no final tudo dá certo, mas eu esperava um epílogo bem longo pra mostrar - finalmente - a calmaria após a tempestade. Como ficou a vida dos dois após tantos obstáculos e fugas. 

Não sei a opinião das outras pessoas que leram, mas pra mim, o ponto alto da série é quando a irmã -vilã da mocinha se dá mal. Vale muito a pena ler até o fim só pra ver isso, rsrsrs. 

Ah, não se enganem pela aparência. Apesar de a série ser contemporânea e as capas ousadas, o romance não é hot!! O casal faz sexo sim, mas não muito e não é detalhado.

Eu recomendo essa leitura, mas se prepare pra sofrer muito com o casal! 






Clique na imagem para baixar o livro

Livro #1                                                                                        Livro#2

                                     



Livro #3                                                                                                  Livro #4





Livro #5                                                                                               Livro #6



                                                                                        


Livro #7


Doce Aprendizado - Frances Roding - Sabrina 619



Eles não imaginavam que aquele verão iria mudar suas vidas!
Ter Rosy a seu lado durante aquele verão, numa casa de campo, estava sendo uma experiência adorável para Callum, professor e solitário convicto.
Esquecera-se da própria rotina e, agora, acordava ansioso por vê-la, ia deitar-se pensando nela e até nos sonhos a encontrava. Enlouquecia-o pensar que no quarto ao lado morava a mulher mais doce, meiga e sensual que já conhecera.

Mas ela nunca seria sua. Tinham montado uma farsa, onde não havia espaço para verdadeira paixão.

Temas: Intelectuais, Mocinho Inseguro/Retraído, Amizade Colorida, Enfermos

Comentários - CONTÉM SPOILERS

Essa é uma história meiga, sem volúpia. A mocinha é ingênua, inexperiente no amor e muito solitária. Já o mocinho é diferente do que estamos acostumadas. Ele é um professor, economista renomado, que se dedica totalmente à vida acadêmica, não dando espaço para relacionamentos. Ele não é mulherengo, nem ogro, nem arrogante. É um homem retraído que preza muito a solidão.

A mocinha estava passando um tempo um primo que acabara de conhecer. Ambos estavam muito felizes, pois eram os únicos parentes vivos. O primo era casado e todos estavam vivendo em harmonia, até quando Rosy ouviu a cunhada dele sugerir que ela ia acabar atrapalhando o casamento do primo.
A coitada se sentiu um  fardo e decidiu sair da cidade. Após a mudança, conhece Callum numa festa da universidade. Algo diferente acontece nesse livro: não ocorreu a mínima atração física por parte da mocinha! Em todos os romances a atração entre o casal é instantânea e muito forte, mas nesse caso a mocinha só sentiu pena do Callum! Isso porque o coitado estava se recuperando de um tiro na perna e de uma febre que pegou na Etiópia. Ele estava pálido, numa cadeira de rodas, quase careca e magérrimo, esquelético.
Não houve atração por parte dela, mas houve muita afinidade. De cara ele oferece um emprego para ela, ela teria que ajudá-lo em sua casa com suas anotações. Ela aceita e logo começa uma bela amizade entre eles. 
Como ele estava a par da história dela, ele oferece fingir ser seu namorado para que as pessoas não pensem mais que ela era apaixonada pelo primo. 
Nem vou contar mais, é o suficiente para vocês terem uma noção de como é a história!

O QUE GOSTEI

- Finalmente um livro onde o mocinho não é um gostosão sedutor, por quem a mocinha cai de quatro. Achei muito bacana a construção dos sentimentos da mocinha...é fora do normal. A princípio ela sente um misto de simpatia e pena, depois passa a sentir necessidade de ficar perto dele e assim vai surgindo a atração.

- É muito bom ver um mocinho que não é arrogante. Cheguei a sentir dó dele! Ele deve ter pensado "Poxa, conheci a mulher da minha vida no momento que estou mais debilitado e nada atraente". Demora pra ele ir recuperando a forma física, mas até lá a mocinha já havia se apaixonado.

- A mocinha é totalmente inexperiente em matéria de sexo, mas surpreendeu quando se entregou completamente ao mocinho...

O QUE NÃO GOSTEI

- Não gostei da enrolação do início e o final poderia ser melhor.

- Demora uma eternidade para o relacionamento deles sair da friendzone, eu já estava perdendo as esperanças.


BAIXE AQUI





Annabelle - Beverlee Ross - Clássicos Históricos 20


Estranhos parceiros de cama…


Quando Clint Strand viu Annabelle pela primeira vez, ela estava lhe apontando um revólver! Pior: exigindo que Clint se casasse com ela. Casar com essa ruiva rebelde era a última coisa que ele desejava na vida. Mas um pistoleiro renegado não tinha muitas alternativas para escolher uma esposa.
Só Deus sabia o que dera na cabeça de Annabelle ao afrontar Clint no saloon apinhado de cowboys, proeza que a maioria dos homens não tinha coragem de fazer. Nada mais importava: ela conseguira o que desejava — um marido. E, agora, estava presa a ele… para o bem ou para o mal!

Temas: Casamento forçado/conveniência, Mocinho mais velho

Comentários  - CONTÉM SPOILERS 

Romance histórico não é o meu tipo de livro favorito, mas o resumo desse me chamou a atenção. A personalidade da mocinha me cativou desde o resumo.

Achei uma história muito forte, ousada, emotiva...e fora do comum (do meu comum). Annabelle é o tipo de mocinha que é impossível não amar: ela tem uma história de vida muito triste, com inúmeras dificuldades, mas não deixou as dificuldades corromper seu caráter. Ela é forte, explosiva, honesta e determinada. Ela tem apenas 20 anos, mas enfrentou muita coisa na vida. Foi criada por uma família adotiva, apanhava do pai e era muito humilhada, até que foi embora quando o "pai" e os "irmãos" tentaram estuprá-la. A mãe adotiva colocou ela pra correr. Sozinha e ferida, ela conheceu Lance. Um rapaz bonito que prometeu cuidar dela. Ambos se tornaram amantes e Lance prometeu casar com ela. Mas logo se transforma...não casa com ela, passa a beber muito e a desrespeitá-la. Quando ela descobre que estava grávida dá um ultimato, "ou casa ou deixo você". Então, ele decide casar.

Mas no dia do casamento, Clint Strand, o mocinho do livro, mata Lance, o quase futuro marido da mocinha. Isso mesmo! O mocinho matou o companheiro da mocinha. Calma, é menos mal do que parece. O mocinho é um famoso pistoleiro que quer deixar essa vida louca e solitária, mas a sua fama é tão grande que os aspirantes a pistoleiros ficam atrás dele para duelar e derrotá-lo. Foi o que aconteceu com Lance, ele chamou Clint para um duelo, por isso Clint teve que matá-lo, era matar ou morrer.

Mas o que Clint não esperava era que a viúva, a explosiva ruiva, entrasse no saloon exigindo que ele se casasse com ela, para que seu filho não fosse um bastardo. A cena é hilária. O mocinho aceita.

Tentando resumir o máximo possível...Clint vai morar na fazenda de Annabelle, a coitada morava num casebre que não ia aguentar nem um vento forte, quanto mais o inverno que se aproximava. Além de viver na miséria, Annabelle era perseguida pelas senhoras da cidade que a chamavam de prostituta porque ela vivera com Lance sem ser casada. Clint decide reformar a casa, cuidar da fazenda para Annabelle e também tirar proveito da situação ao se esconder lá de um pistoleiro que estava procurando por ele.

A convivência entre eles não foi fácil, principalmente por causa do gênio explosivo de Annabelle. Mas aos poucos os dois vão se entendendo, aprendendo a conviver e a enxergar as qualidades um do outro. Quando deram por si, já estavam se amando.

Um ponto alto da trama é uma tragédia que ocorre com Annabelle que a deixa com depressão. Em todo momento Clint se manteve ao lado dela. É impossível não se emocionar e até deixar rolar uma lagriminha.

A história é envolvente, mas o que mais nos envolve são os personagens principais, Clint e Annabella. Clint é um Homem, com H maiúsculo mesmo, graças a ele houve uma reviravolta na vida da mocinha, ela que sofreu tanto finalmente encontrou a felicidade plena na vida. A gente fica torcendo muito pra ela se dar bem e quando finalmente isso acontece é lindo!

Gostei muito e recomendo com certeza.  A única crítica que faço é ao final meio insosso, na minha opinião. Não precisava nem ter epílogo, mas um final melhorzinho...


BAIXA AQUI


A cegonha chegou...

Olá, meninas!


Quem acompanha o blog deve ter notado o meu sumiço. Passei um tempão sem entrar aqui, mas foi por uma ótima razão: a cegonha chegou aqui em casa! hehehe Agora sou mãe de uma linda e foférrima menininha, recém nascida. Quem é mãe sabe e quem não é imagina o quanto dá trabalho e o quanto ficamos sem tempo! Noites sem dormir, dedicação total ao filho...enfim, não há tempo pra nada. Mas como sinto falta do blog e não pretendo abandoná-lo, postarei sempre que possível. Agora está mais complicado ler livros, mas farei posts com comentários dos inúmeros livros que li e que estão na fila pra vir pro blog, são muuuuuitos mesmo. Agradeço a compreensão de todas. Podem continuar acompanhando e mandando comentários, quando possível responderei, adoro os comentários de vocês! Beijo no coração!



quarta-feira, 22 de abril de 2015

Sereia Dourada - Patrícia Wilson - Sabrina 603



 A paixão de Anna por Dan era antiga, eterna!

  Anna caminhava pela praia com a nítida sensação de estar vivendo um sonho. Quantas vezes se imaginara naquela ilha das Bahamas, em comunhão com a natureza e a presença de Dan...
  Se tivesse coragem, correria até ele para lhe confessar a paixão que a consumia há anos. Sedenta de ternura o abraçaria, pedindo que a amasse com a intensidade do sol que lhe queimava a pele. Anna, porém, tinha medo que isso tudo não passasse de fantasias: para Dan ela a era apenas uma criança!

Temas: Tutores, Ciumentos-Possessivos e dominadores

Comentários

Olá, meninas, o livro da vez é um antiguinho de banca de uma autora que gosto muito, Patricia Wilson. Então esperem mocinhos dominadores, mais velhos, mocinhas inexperientes e muito clichê, rsrs. Apesar disso não deixa de ser bom pra mim.

Após perder a mãe, Anna ficou morando com o padrasto e seus dois filhos, Elaine e Dan. Anna sempre teve uma paixonite por Dan, mas quando ele voltou pra casa acompanhado pela noiva grávida, o mundo da mocinha caiu. Mas Dan não ficou imune. Há muito tempo ele não via a irmã de criação, por isso ficou estupefato quando se deparou com uma Anna linda e crescida aos 17 anos. Deu pra notar que ele ficou bem atraído e até rolou um beijaço de despedida.

Quatro anos depois, o pai de Dan havia morrido e Elaine ia se casar, ou seja, Anna ficaria sozinha. Sendo assim, Dan foi nomeado seu tutor, embora ela já tivesse 21 anos, só poderia pegar a herança aos 25, por isso ficaria sob tutela de Dan até os 25. A essa altura, ela descobriu que ele não chegou a casar Daphne, sua ex, e morava numa ilha com uma carreira de escritor de muito sucesso.

Ela foi morar com ele na ilha e em todos os momentos que estão juntos, fica bem claro para nós leitoras que ele também a ama. Mas ela acha que ele ainda gosta da ex (com quem pensa que ele tem um filho).

Bem, não há muito mais o que contar, apenas que rola muito ciúmes entre eles, principalmente da parte do mocinho. O que gosto dessa autora é que as mocinhas (apesar de novas) tem uma postura bacana...elas não passivas e nunca perdem a compostura diante das rivais, mesmo que estejam se roendo de raiva da rival, conseguem demonstrar frieza. Também adorei que mesmo a mocinha tendo uma paixão escondida pelo Dan, ela não fica se jogando aos pés dele, ela é do tipo blasé.

Nos livros da Patricia, sempre rola um sexo entre o casal mais pro final da história (e as mocinhas sempre são virgens), mas as cenas de sexo não são explícitas:

Contrariando suas expectativas, Anna não sentiu nenhum pudor, nem o desejo de esconder qualquer parte de seu corpo. Ele se aproximou, tirou o roupão e uniu-se a ela sob a água. Abraçaram-se e Dan murmurou:
  Você me quer?
  Sim respondeu ela, abraçando-o mais.
  Desde quando? perguntou ele sensualmente.
  Desde sempre.
  Anna nem se deu conta de quando Dan desligou o chuveiro, enrolou-a numa toalha e secou-lhe o cabelo. A seguir, deitaram-se e se amaram apaixonadamente.

Gostei da história, foi uma boa pedida pra mim pois já estava cansada dos livros sensuais. E adooooro esse tema "tutor", quem tiver indicações, por favor diga nos comentários!


BAIXA AQUI



terça-feira, 7 de abril de 2015

Arsen, uma quebrada história de amor - Mia Asher

Olá, meninas!

Gostaria que vocês compartilhassem comigo sua opinião a respeito desta postagem. Há um algum tema nos livros que vocês passam longe ou vocês leem de tudo?

Eu já li de tudo, mas se tem um tema que não suporto #nãomejulguem é traição. Não falo de suspeita de traição, já li centenas de livros onde tudo não passou de um mal entendido e por fim foi resolvido. Falo de quando a traição é consumada mesmo. 

Sobre o livro Arsen - uma quebrada história de amor, eu não li (pelo motivo que acabei de explicar). Mas dei uma lida no comecinho e em alguns trechos, do pouco que li constatei duas coisas: 1) a mocinha era casada com um marido perfeito e apaixonado e mesmo assim o trai; 2) O livro é muito bem escrito. Não posso falar mais do que isso, pois de fato não o li.

Pesquisei a opinião de outras leitoras na internet e o resultado foi que muuuuitas gostaram e super indicaram o livro. Por essa razão estou compartilhando aqui no blog e ficaria muito contente de saber a opinião de vocês, se lerem.



Sinopse:

Um olhar foi o suficiente... Eu sou uma traidora. Eu sou uma mentirosa. Toda a minha vida é uma bagunça. Eu amo um homem. Não, eu amo dois homens... Eu acho. Um faz amor comigo. O outro me deixa em chamas. Um é a minha rocha. O outro é a minha criptonita. Estou quebrada, perdida e enojada de mim mesma. Mas eu não consigo parar. Esta é a minha história. Minha quebrada história de amor. 

Temas: Traição, Super HOT- Erótico


BAIXA AQUI